RSS

O seu castigo

07 Set

chuva na janela (1)

Tenho desejo desse vinho
que você engole
em insensatez,
com tanta sede e impaciência,
com pressa de embriaguez
pra intimidar o meu silencio.

Tenho medo deste vicio
(que abuso).
Essa mania de gostar
dos calafrios das estradas
que não sabem pra onde vão
e podem me levar,
desfazer nossos caminhos
sem avisar.

Tenho marcas no corpo
das asperezas das tuas mãos
que me esfregam com raiva
em sofreguidão
por eu ser a sua morada
(sua gestação)
a única escolha
que te restou.

 
1 Comentário

Publicado por em 07/09/2013 em desilusão, POESIA

 

Etiquetas: , , , , , , , , ,

One response to “O seu castigo

  1. Anónimo

    29/11/2013 at 1:49 AM

    Valorizo quem cuida de mim e gosto de quem me sorri com sinceridade. Abraço não é artigo de luxo, é porta aberta pra felicidade!
    Estar de bem com seu interior é o mínimo que se pode fazer.
    Seja especial para você, e com certeza serás para alguém…

     

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: