RSS

Rimas Aflitas

07 Set

foto blog

O escurecer da noite
dando heresias
nos sonhos,
bicas revelando
restos de chuva.
Avesso à vida,
eu retalho fotografias.

Vontade de explodir em silabas,
de criar linguagens passageiras.

Vontade de adormecer
em seus olhos ingênuos, serenos, distantes…

O desespero da noite
sendo trampolim
ao desconhecido,
o coração é quem dita,
cartas de amor
com rimas aflitas.

Se eu pudesse decidir
o meu atenuante,
eu me arrancava de ti
sem requerer partilha.

Se eu pudesse, por um instante
amar alguém novamente
esse alguém seria você,
…sempre serei seu
completamente.

 
Deixe o seu comentário

Publicado por em 07/09/2013 em desilusão, POESIA

 

Etiquetas: , , , , , , , ,

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: