RSS

Chove dentro de mim

20 Nov

1016232_308000339336646_1814565947_n-300x199

No meu delírio desmedido,
tem comprimidos pelo chão,
febre repentina,
-cansaço de viver.

Tem termômetros na gaveta,
vontade de esquecer alguém,
que me esqueceu aqui
quando partiu.

Tem sonhos pueris,
risos oprimidos,
buracos na alma
por me faltar alguém
que me fazia feliz.

Falta lucidez pra continuar,
poder me reinventar.
Deixar de sofrer assim,
tentar esquecer
o quanto ainda chove
dentro de mim

 
1 Comentário

Publicado por em 20/11/2013 em POESIA, versos tristes

 

Etiquetas: , , , ,

One response to “Chove dentro de mim

  1. eliane

    10/12/2013 at 8:41 PM

    adorei esse livro

     

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: