RSS

Arquivos diários: 21/11/2013

Nem mesmo o que já fui

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Não sou o corpo 

Sou aquilo que lhe anima.

Não sou os sentidos

Sou aquilo que os traduz.

Não sou sequer meu cheiro

Sou aquilo que o repele.

Não sou nem mesmo o que já fui,

Já me perdi tem muito tempo.

Anúncios
 
1 Comentário

Publicado por em 21/11/2013 em POESIA, versos malditos

 

Etiquetas: , , ,