RSS

Lenhador de sonhos

02 Dez

Não venha comigo, não é seguro.                            62663_10200579178313801_222418898_n
Não basto a mim, não há contentamento.
Sou um lenhador de sonhos,
uma seta lançada no escuro
que não conhece seu rumo..

Tenho apenas poesias,
palavras tristes que aprendi rimar,
amores que partiram sem me avisar,
Ilusões que eu adiei sofrer
e batem à porta insistentes pra doer.

Esse amor te fará sofrer, te ferirei…
Decidi andar sem ter aonde chegar,
estar ao lado de quem puder me ver partir,
sem levar lágrimas por mim

O que sinto é vendaval, um descarrilho.
Prefiro palmilhar meus pés
com quem puder entender
que quando amanhecer serei levado pelas marés
ou guiado pelos passarinhos.

 
1 Comentário

Publicado por em 02/12/2013 em POESIA, versos tristes

 

Etiquetas: , , , , ,

One response to “Lenhador de sonhos

  1. Anónimo

    25/12/2013 at 11:48 AM

    me sinto realmente assim por dentro e espero um dia estar em outro momento … lindo suas palavras .

     

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: