RSS

Olhar de despedida

04 Jan

Quando quis te procurar,        998099_794354770590567_650580296_n (1)
neste imenso território
que restou em mim
o seu olhar de despedida
fincou meus pés neste apartamento

Eu e minha alma sedenta de ti,
choramos nas rimas desta poesia
ouvindo os ecos das paredes
tocando as cortinas
com seu cheiro ainda.

Os caminhos que restaram seguir
Desmancharam-se em labirintos
Me vejo agora, num momento sem tempo
num lapso de um movimento extinto.

Perdi você pra sempre
recolhido em meus tormentos
fazendo desta dor um verso
no inverso deste deserto amor.

 
2 Comentários

Publicado por em 04/01/2014 em POESIA, versos tristes

 

Etiquetas: , , , , , , , ,

2 responses to “Olhar de despedida

  1. Marinalva Oliveira

    03/05/2014 at 12:33 AM

    muito tritre

     
  2. Marinalva Oliveira

    03/05/2014 at 12:34 AM

    e a realidade faze ok

     

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: