RSS

Arquivo de etiquetas: estrelas

Balões

Estou a milhares de léguas                                        44920_516393388379188_1621245819_n
do Ibirapuera…
nem paulista, nem luzes de neon.
As ruas daqui são escuras,
Iluminadas por estrelas.
(eu nem sabia)…
que eram tantas assim.

Poeira no chapéu
nos tantos bêbados
sentados ao suor da tarde,
sem barulhos, sem fumaça
sem lonjuras, nem lugar pra se perder.

A vidraça de pó
e a fuligem do céu
estão tão longe dos meus olhos
as vezes sinto falta de respirar
a angustia das manhãs.

Tanta terra pra eu correr atrás dos meus balões,
e eu sem ânimo pra romper portões,
avançar meus muros proibidos.
As vezes esqueço da garoa, do agito, da libido
e defronto-me com o sinuoso toque de recolher

Pra quem é louco
não dá!

Anúncios
 
Deixe o seu comentário

Publicado por em 19/12/2013 em POESIA, solidão

 

Etiquetas: , , , ,

Coisa rara de guardar

DDD_117_by_scarabuss

Agradeço…
Posso ir sozinha.
Tenho os pés que ainda me amparam
e fé nas estrelas que vão me guiar.

É muita bondade tua
ter estendido as tuas mãos,
mas eu tenho desafios
que preciso vencer.
Com os braços que Deus me deu
eu vou tentar.

Valeu…
Foi bom saber, que você tem
sinceridade no olhar,
coisa rara de se ver.
Não entenda como orgulho
é um defeito meu, me aventurar.

Foi bom estar com você,
saber que poderia ficar,
mas o destino me chama,
vou levar no coração
a pessoa preciosa que você é.
Coisa rara de guardar.

Não sei se voltarei,
é melhor não me esperar
não sei onde estarei.
É uma sina minha
ter os pés sempre afobados
e continuar.

 
Deixe o seu comentário

Publicado por em 08/09/2013 em incentivo, POESIA

 

Etiquetas: , , , , , , ,

Novelos de lã

xx_68_by_scarabuss

Tenho me pintado
de cores diversas,
feito festas,
enchido balões,
corrido às gavetas:
a zelar por teus versos,
dispersos…
em teus resíduos.

Tenho me esbarrado
em objetos com tuas digitais
em noites tuas de insônia
com teu olhar noturno,
…infinitamente distante,

Tenho tropeçado
em teus novelos de lã
guardado meus punhos
nos teus movimentos,
…presos na tua partida.

Tenho acendido lanternas
a procurar teus sonhos imersos
confundido teus passos incertos
e me perdido entre estrelas.

 
Deixe o seu comentário

Publicado por em 07/09/2013 em desilusão, POESIA

 

Etiquetas: , , , , , , ,